Sample como amostragem, armazenamento e cultivo- por Mariana Taques


São Paulo, 13 de março de 2018.


Partindo das inquietações levantadas no encontro do dia 12/03 do processo 16

mulheres e 1/2. As palavras aqui dispostas partiram do desdobramento de uma imagem

que a fala de Olívia Niculitcheff gerou em minha cabeça, quando disse que o sample é

formado por movimentos que “sobram”. Imediatamente esta fala gerou a imagem de um

laboratório de análises clínicas. Diante disto tentarei aqui linkar os processos de

amostragem, armazenamento e cultivo, com o que estamos pesquisando na dança.

O que estamos dançando hoje? Samples (intencionalmente no plural)


***Tenho dúvidas se esse link ficará claro ou realmente fará sentido já que o sample na

dança que estamos dançando foi um empréstimo do sample vindo de estudos musicais.

Torno livre aqui o empréstimo de conceitos provenientes das ciências biológicas e das

da terra. Assim como uma pesquisadora lanço hipóteses para possíveis teorias.

“A confiabilidade de um resultado depende mais de quem produz do que como é obtido. Não

existem maus métodos, mas apenas maus analistas que não atentam para as suas próprias

limitações. ” (Abbey, 1981)


Para que se tenha um sample confiável são essenciais uma boa amostragem, um

bom armazenamento e um bom cultivo.

As técnicas usadas até aqui por mim para a coleta do sample de dança, ou

amostragem, levando em consideração a interpretação dada aos enunciados propostos,

foi dada de algumas maneiras. Sequencialmente ou não.


* A partir da escolha de um foco, uma parte do corpo, ou seja, uma amostragem

por foco. A maneira que esse foco foi escolhido tem a ver com a ligação egoica,

entende-se ego por um ponto de equilíbrio entre superego e inconsciente, sem

hierarquias. A partir desta escolha que no caso, o meu, em discussão foram as

costelas, foi preciso cultivar o crescimento de novos movimentos desta região e

aí coletar um sample.


*** Adiante, o tempo todo nesta dança haverá sempre um cultivo (movimentos

nucleares) e uma nova porção da amostra será colhido. Placas de Petri se fazem

necessárias.


* A partir da gravidade/peso que está diretamente relacionado a densidade. Sendo

assim, faço uma colagem com a fala da Olívia Niculitcheff sobre “movimentos

que sobram”, sobram da onde? De uma mistura de movimentos que se fez

durante o cultivo ou gerados por influencias externas. Aqui entendo também que

pode ser um método de armazenamento do sample. São três processos possíveis.


Decantação, sedimentação e centrifugação: Esses processos baseiam-se em um único

princípio: a diferença de densidade entre os componentes da mistura. Eles costumam ser usados em conjunto para separar misturas heterogêneas de dois tipos: líquido + sólido e líquidos imiscíveis. Esse tipo de separação inicia-se na sedimentação. A mistura é deixada em repouso para que, depois de um tempo, as partículas do sólido em suspensão no líquido ou o líquido mais denso, por ação da gravidade, depositem-se no fundo do recipiente. Esse processo de sedimentação pode ser acelerado pela realização de uma centrifugação, no caso de misturas do tipo líquido + sólido. A mistura é colocada em um tubo de ensaio dentro de uma centrífuga, que rotaciona em alta velocidade e, por inércia, faz com que as partículas de maior densidade se depositem no fundo do tubo.

A decantação ocorre quando se inclina o recipiente que contém a mistura, derramando

em outro recipiente o líquido menos denso, que ficou na parte de cima. Isso pode ser

feito também por sifonação, que é a transferência do líquido por meio de um sifão ou

uma mangueira plástica, iniciando-se o fluxo por sucção. (FONTE EMBRAPA, 2003)


Princípios de armazenamento? Também, e não só: cultivo e os desejados

desdobramentos e devires.


* Por repetição, repetir uma célula de movimento, um estado, um espaço, um

traço. Garante uma confiança e distancia trazendo possíveis e necessárias

inseguranças.

* Por cópia: cultivo/armazenamento do meu sample e do outro

* Por contestação: cultivo/armazenamento do meu sample e do outro

* Por paródia: amplificar: cultivo/armazenamento do meu sample e do outro

* Por reprodução: cultivo/armazenamento do meu sample e do outro

* Registros, desenhos, imagens: cultivo/armazenamento do meu sample e do outro


#Sample, #PlacasdePetri, #oquerealmenteestamosdancandoagora, #2018

1 visualização

Posts recentes

Ver tudo

Sample em deriva

[26.06.18] . Adriane De Luca .aproximação ao sample O formato da condução - roda, respiração, o corpo das partes para o todo, o grupo de todos para o meu corpo - teve impacto especial na reaproximação