Buscar

O que aconteceria com aquele silêncio que se instaurou


Relato do dia 15

Primeiro experimento- NCD Rir. Como rir? Lembro de abraçar Rebeca e me sentir contaminada pelo seu riso. Me lembro do rosto dela com quase todos os detalhes. Minha boca e rosto cansaram. Tinha momentos que me sentia fake mas não quero desistir, então ria mais baixo, mais contido para tentar voltar ao real. Luzes roxas, tinha a sensação de estar em uma cena de sexo de um filme dos anos 80 mas ninguém ali estava sendo sexy ou erótica, no entanto o ar que ali estava e se movia cheirava sexual.


Segundo experimento/ programa- Fabi

O que mais me chamou atenção nesse experimento foi o estado que restou depois de realiza-lo. Já estava enjoada. Lembro que de tanto falar falar falar joguei para fora muitas coisas. Vivi um movimento de dentro para fora sobretudo estomacal. Queria continuar e saber o que aconteceria com aquele silêncio que se instaurou, depois de tanto falar e falar, sem propósito, sem direção, sem projeção, como no experimento anterior eu brinquei com os volumes e intensidade como uma estratégia para lidar com a repetição.


Terceiro experimento- Drica

Percebi que o enjôo vem quando a gente para. Já havia feito esses giros antes mas dessa vez a minha experiência foi do enjôo e da necessidade de pausa. Pausa. Quando cheguei em casa havia menstruado.

Pausa.


#rir, #abracar, #boca, #rosto, #fake, #desistir, #real, #luzes, #sensacao, #sexo, #anos80, #erotica, #atencao, #movimento, #estomacal, #silencio, #proposito, #direcao, #projecao, #brinquei, #volumes, #intensidade, #estrategia, #repeticao, #enjoo, #pausa

0 visualização