top of page

Do silêncio pra euforia

T E T - 30.09.19- Aline Fiamenghi

Recuperar o toque venoso e arterial foi bom pra conectar com o coração. Vim de uma experiência com Semimaru muito sutil, menos, menos, menos. Estava preocupada como seria esse trânsito pros trópicos. Do silêncio pra euforia. Vai ficando claro que posso estar com o cansaço, com o corpo simples, com movimentos pequenos na baderna, inclusive. Aprender estratégias pra estabelecer um jogo foi muito legal. Achar o próprio no movimento do outro. Três espaços, três qualidades, poucas regras claras e a despretensão aparece. A baderna é mais confusa, é legal uma figura, uma personagem, uma dramaturgia. Mas controlar o descontrole ainda é mais difícil. Vou chegando e confiando. O bando eufórico também aconteceu com mais sentido pra mim, acho que os desenhos mais claros me ajudam a acessar os estados e as qualidades.




4 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page