top of page

Atravessamentos em cotidianos vazios. Atenção as ações desvirtuantes.


REGISTROS


Semana passada

Aquecimento de respiração. karim. Chegada no Sample pelas beiradas.

Violência. Dificuldade em repetição. Como se tudo morresse a cada ação. E é um fato, uma morte.


Experiência do sample lado A e lado B

Provocações entre a seriedade e a leveza. Um assiste e outro se move.

Mesma ação, mas com uma intensidade maior. Violência que explode então no fora. Grito necessário.

Deriva com desenho compartilhado - dupla. Um deriva, outro desenha em um papel, cartografa, cria um mapa do trajeto do outro. Estar com o outro.

Atravessamentos existentes nas trocas entre duplas e trios. Silêncio na praça. Semelhanças nos desenhos.

O que provoca desvio?

O que gera desvio?

O que provoca permanência?

O que possibilita o transito, entre sample e corpo cotidiano?

Atravessamentos em cotidianos vazios. Atenção as ações desvirtuantes.

Estar na rua. Esparramar-se no chão. Provocar um limite, uma barreira.

Balanço. Areia. Escadarias. Meio da rua.

Isto não é uma performance.


Hoje

Conversa, leitura de partes dos relatos.

Atravessamentos diários. Mudanças repentinas, a cada nova situação.

Objetividade Subjetividade.

Processo de registro.

Ainda não está preocupado com a comunicação.

Sobre este entre dança e perfomance….

Descontrole

Desvio

Deformação

Respiração. Aquecimento com torções. Karin. Retorno ao sample. Escrever uma deriva? , um percurso do sample.

Jogo do Lado A e Lado B. Um observado e escreve. Outro dança. Escrita de um percurso para o outro a partir da escrita registro, escrita automática.

Saída Deriva

Espaços Limítrofes | espaços com limites, barreiras. | Espaços de fronteira | Espaço de situação-limite.

Espaços de ativação, que desestabilizem o sample.

Escolher lugares.

Desenhar um mapa com o percurso de interesse.

Preparar-se para a semana que vem.


Provocações de Deriva:


Deriva de mapas:

1. Sobreposição de mapas desenhados. Trocar e caminhar seguindo o desenho. 2.Sobreposição de mapas de cidades diferentes, ou sobreposição com mapas de bairros diferentes da cidade de sp.


Deriva de vozes: Fazer uma deriva gravando em áudio, durante todo o percurso com fala ininterrupta sobre o que se vê. Depois troca com alguém. Faz uma deriva com o áudio do amigo.


Deriva de rastro: 1. Fazer um percurso ou mapa cartografia com um rastro, com alguma materialidade.... Giz Carvão Sal etc..... pode-se usar os mapas já existentes ou criar novos, com este rastro efêmero pela cidade.


Deriva de Pontos de ativação: Fazer uma deriva e a cada vez que encontrar um ponto de ativação, tirar uma foto. E depois criar um percurso de pontos de ativação, e registrar isso de algum modo. Para trocar com outras pessoas.


Deriva de limites: buscar um trajeto e lugares com situações-limite, ou lugares limítrofes, ou espaços que impedem a passagem.


Deriva de dados: jogar dados duas vezes. E de acordo com o primeiro número seguir caminhando o número de quarteirões. E o segundo número, se for números pares, vire à esquerda. Se for ímpares, vire à direita.

Deriva com regras aleatórias. Criar regras aleatórias para uma deriva. Tipo, ver um cachorro virar à direita, se ver alguém fumando um cigarro, à esquerda... Criar regras de deslocamento (virar à direita, à esquerda, voltar, parar por tanto tempo, andar devagar, etc)


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Sample em deriva

[26.06.18] . Adriane De Luca .aproximação ao sample O formato da condução - roda, respiração, o corpo das partes para o todo, o grupo de todos para o meu corpo - teve impacto especial na reaproximação

Коментарі


bottom of page